segunda-feira, novembro 07, 2011

Andar na chuva...



 _________________________________________________________

Andar na chuva...


    Como eu tenho muitas saudades de você
    Choro quando me lembro dos dias em que a gente
    Ficava rindo e conversando juntos

    Oh! que saudade que eu sinto daqueles momentos
    Momentos em que num grande abraço, nossos olhos se encontravam
    e seus olhos se fixavam nos meus

    Ainda me lembro como se fosse hoje
    Das noites em claro que passamos acordados
    Sonhando com a vida, e lembrando das horas felizes que a gente viveu.

    Como é triste lembrar que tudo se acabou!
    Como é doloroso pensar que tudo está diferente
    Como é difícil ter que entender e aceitar que agora
    Você já não me quer mais!
    Sinto-me arrasado!

    Por mais que isso me doa e por mais que isso faça sofrer
    Mas se infelizmente se hoje não caminhamos mais juntos
    E nossos olhos não se procuram mais como antes.
    Sinto muito, mais  é assim que tem que ser
    Eu aqui e você aí.

    Ao seu lado, fui o homem mais feliz do mundo
    Por que você me fez conhecer o amor
    Mas agora, longe de ti, descobri que eu sou e sempre fui feliz
    Por que hoje eu me aceito e me conheço como sou de verdade.

    Sei que ter você ao meu lado foi o maior sonho que eu já tive
    Mas sei também que te perder foi um pesadelo
    Quando você me deixou

    Mas sinceramente, agora vejo que reencontrar meu caminho sozinho
    Me ajudou a viver melhor comigo mesmo e a não cair em desespero pela sua falta
    Lembro–me que conhecer o mundo com você era tudo o que eu mais queria
    Mas , a vida e o destino, infelizmente, me tiraram essa alegria

    Hoje, sinto que é uma pena que tudo acabou
    E que você não me quer mais
    Mas se tem uma coisa que não entendo e me pergunto todo dia
    É como um grande amor tão lindo tenha se acabado assim
    De uma forma tão repentina.

    Agora, andar na chuva chorando
    Era tudo o que eu mais queria fazer
    Pra não demonstrar a minha fragilidade
    Quando sinto que ainda estremeço por dentro
    Toda vez que alguém fala de você.
    E  tudo por que eu receio ter que relembrar eternamente
    Por ter perdido você.



                                                 by Fernando Almeida

____________________________________________________________

4 comentários:

  1. A chuva leva todos os ressentimentos. Lava a alma e deixa tudo arejado para novos caminhos...
    Acredite!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá querida amiga Malu!

    Há momentos em nossa vida que entre escolher segurar as emoções e derramar lágrimas. é preferível que seja na chuva se escolhermos a segunda opção, assim não temos que dar satisfações a ninguém da nossa tristeza e nem da nossas lágrimas. pois, é tão ruim quando estamos num estado de fragilidade e alguma pessoa não respeita nossos sentimentos.

    Muito obrigado pelo seu comentário e visita!

    tenha um excelente dia!

    bjs e abraços

    Fernando

    ResponderExcluir
  3. amei seu blog vou seguir
    aqui tem um texto que gosto muito
    se der leia.
    bjo!

    http://paraneura.blogspot.com/2011/09/para-os-ultimos.html

    ResponderExcluir
  4. Olá cara amiga Nathy Costa

    Muito Obrigado por comentar... pode deixar que vou ler sim! com muito prazer! me aguarde em breve!
    muito obrigado pela sua visita.

    bjs e abraços

    Fernando

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre o que você achou sobre este blog!!!

Categorias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...